Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

ANP: déficit em petróleo foi de US$ 695 mi no semestre

A balança comercial do petróleo no Brasil encerrou o primeiro semestre com um déficit de US$ 695,4 milhões, apesar de as exportações de petróleo e de derivados terem superado as importações respectivamente em 76,5 mil e 1,42 mil barris. Os dados foram disponibilizados hoje na página da Agência Nacional do Petróleo (ANP) na internet. A reguladora dará entrevista coletiva sobre os dados estatísticos do mercado nacional de vendas de combustíveis, que ainda não foram disponibilizados na internet.

KELLY LIMA, Agencia Estado

10 de agosto de 2009 | 13h55

Apesar do aumento no volume de exportações em relação ao de importações, em comparação com o ano passado, porém, a receita com a exportação de petróleo nacional (US$ 2,801 bilhões) no primeiro semestre ficou 48% menor do que no mesmo período em 2008, assim como a receita com as exportações de derivados caiu 55%. O dispêndio com as importações de petróleo e derivados também caiu pelo mesmo motivo, respectivamente 54% e 61%.

A queda tanto no valor das exportações quanto nas importações se deve principalmente ao valor do preço do petróleo no mercado internacional, que despencou no período. O preço médio do petróleo importado no primeiro semestre de 2009 foi de US$ 52,01, ante US$ 107,7 no mesmo período em 2008. Já o petróleo exportado pelo Brasil, tradicionalmente mais barato, por ser mais pesado do que o óleo leve de referência no mercado internacional, teve um ganho relativo este ano. No primeiro semestre de 2008, o preço médio do petróleo exportado era de US$ 56,17, ou 52% em relação ao valor do óleo importado. Já no primeiro semestre de 2009, o valor médio foi de US$ 36,4, ou 69,98% do valor do barril de óleo importado.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleobalança comercialANP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.