ANP deve realizar leilão de blocos no 2º semestre

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) deverá realizar sua 11ª rodada de licitação de blocos exploratórios entre setembro e outubro deste ano, informou hoje a diretora Magda Chambriard. A rodada ainda depende da definição das áreas que serão ofertadas. A discussão sobre o tema é uma das principais pautas da reunião do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), agendada para o dia 28 deste mês.

KELLY LIMA, Agencia Estado

20 de abril de 2011 | 14h49

Segundo Magda, a rodada deverá incluir áreas da margem equatorial do País, do litoral do Amapá ao Rio Grande do Norte, além de áreas terrestres. A intenção, segundo ela, é ficar o mais longe possível do pré-sal, para não haver confusão com o novo marco regulatório que define o sistema de partilha para estas áreas.

Segundo a diretora, o primeiro leilão de áreas do pré-sal não acontecerá antes de 2012. Para que ocorra, ainda deverá ser definida pelo Congresso a sistemática de divisão dos royalties a serem pagos a Estados e municípios. Ainda de acordo com Magda, a ANP irá contratar, em breve, um serviço de sísmica tridimensional (3D) para analisar a região nordeste do Campo de Libra. Não existem novas perfurações previstas para serem feitas pela ANP. Magda participou hoje da audiência pública sobre o novo contrato de concessão que será adotado na 11ª rodada.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoleilãoblocosANP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.