Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

ANP divulga lista de empresas inscritas para leilão do pré-sal

Agência anunciou nome de 11 interessadas, 3 delas da China; número está bem abaixo das expectativas para o leilão, que não terá participação de gigantes do setor

Irany Tereza, da Agência Estado,

19 de setembro de 2013 | 18h48

Atualizado às 19h54

RIO - A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgou no início da noite desta quinta-feira, 19, a lista das 11 empresas - incluindo a Petrobrás - que pagaram taxa de participação para a 1.ª Rodada do pré-sal.

Cada uma das empresas pagou R$ 2,076 milhões pelo direito. A oferta da área de Libra, na Bacia de Santos, está marcada para o dia 21 de outubro.

Em comunicado à imprensa, a ANP afirma que, das 11 empresas interessadas, sete estão entre as 11 com maior valor de mercado no mundo, de acordo com ranking da consultoria global PFC Energy.

O número de empresas interessadas é bem inferior ao que era esperado. Pela manhã, Magda Chambriard, diretora-geral da ANP, disse que aguardava interesse de todas as operadoras registradas na agência como A (águas profundas) e B (águas rasas) - seriam cerca de 40, no total.

A China é o país com mais interessadas na área de Libra. Contando com a empresa hispano-chinesa Respol/Sinopec, três chinesas querem explorar o pré-sal.

Também estão inscritas: CNOOC International Limited e China National Petroleum Corporation, da China; Ecopetrol, da Colômbia; Mitsui & CO, do Japão; ONGC Videsh, da Índia; Petrogal, de Portugal; Petrobrás, do Brasil; Petronas, da Malásia; Shell, anglo-holandesa; e Total, da França.

Grandes de fora. Também pela manhã, Magda Chambriard recebeu telefonema de três gigantes do setor petroleiro - Exxon Mobil, BP e BG - dizendo que não participariam do leilão de Libra.

Durante a tarde, a americana Chevron também anunciou que não participaria.

As companhias teriam dito que ficariam de fora por questões próprias internas muito específicas. As três, no entanto, teriam reafirmado interesse em futuras oportunidades no Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
pré-sal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.