ANP diz que, sim, há cartéis de postos de gasolina

O diretor da Agência Nacional do Petróleo (ANP) Luiz Horta Nogueira contrariou nesta segunda a afirmação do presidente da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e Lubrificantes (Fecombustíveis), Luiz Gil Siuffo, de que não há formação de cartel entre os postos de combustíveis."Existem cartéis, um porcentual razoável dos postos apresenta problemas", assegurou Horta ao chegar nesta segunda à noite ao Ministério das Minas e Energia para reunião entre o governo e representantes dos distribuidores e varejistas.Segundo Horta, a preocupação do Governo é fazer com que os benefícios da queda dos preços dos combustíveis cheguem ao consumidor. "As distribuidoras estão baixando os preços porque este é o jogo do mercado".O diretor da ANP disse que é difícil precisar quais porcentuais seriam de responsabilidade dos governos estaduais ou do mercado para que os preços baixem os 20% preconizados pelo Governo federal.Segundo ele, o problema do ICMS já foi resolvido com a reunião dos secretários estaduais de Fazenda na semana passada e agora resta decidir como combater essas distorções em alguns mercados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.