ANP e governo autuam 30 postos de combustíveis

O saldo de uma operação conjunta de fiscalização realizada ontem pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) e pelo governo do Estado de São Paulo foi a autuação de 30 postos revendedores de combustíveis. Foram inspecionados um total de 55 postos, dos quais 13 tiveram as bombas de abastecimento interditadas. As autuações foram motivadas por uma série de irregularidades constatadas, como venda de gasolina fora de especificação, infidelidade dos postos às bandeiras das distribuidoras, falta de notas fiscais e comercialização de gasolina comum com preço de gasolina aditivada.Em pelo menos um posto da Baixada Santista foi detectado um nível de mistura de álcool à gasolina de 49% - a legislação estabelece a adição de 22%. A blitz conjunta foi realizada em postos nas regiões da Grande São Paulo, de Campinas e Paulínia (no interior do Estado), e de Santos e Praia Grande, no litoral, obedecendo a um cruzamento de informações sobre os preços praticados nestas regiões e a reclamações de consumidores.Novas autuações poderão ser realizadas ainda hoje, segundo a assessoria da ANP, depois que forem conhecidos os resultados de testes de laboratório realizados com amostras recolhidas nos postos para verificar a presença de solventes nos combustíveis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.