ANP mantém para 21 de setembro a previsão do leilão de Libra

Diretor da Agência disse que cerca de uma dezena de empresas manifestou interesse em participar do primeiro leilão de área no pré-sal 

Sabrina Valle, da Agência Estado,

17 de setembro de 2013 | 09h49

O diretor da Agencia Nacional do Petróleo (ANP) Helder Queiroz manteve para o dia 21 de outubro a previsão de realização do primeiro leilão de área no pré-sal. Queiroz disse, nesta terça-feira, 17, que as denúncias sobre uso de técnicas de espionagem pela agência americana NSA não afetam a realização do leilão, mesmo porque não há provas de que houve vazamento de informações relacionadas à licitação.

Queiroz disse que cerca de uma dezena de empresas manifestou interesse em participar do primeiro leilão de área no pré-sal. Amanhã termina o prazo para as companhias manifestarem interesse e pagarem uma taxa de cerca de R$ 2 milhões. Um número maior de empresas comprou os dados sobre a área que será leiloada, Libra, mas nem todas manifestaram interesse até agora. A ANP realiza hoje no Rio seminário técnico-ambiental e jurídico fiscal sobre o leilão, que ofertará o prospecto gigante de Libra, com volume estimado entre 8 bilhões e 12 bilhões de barris recuperáveis.

Tudo o que sabemos sobre:
ANPpré-sal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.