ANP não descarta 10ª Rodada ainda este ano

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) não descarta a possibilidade de fazer a 10ª Rodada de áreas exploratórias ainda este ano, disse hoje o diretor da agência reguladora Vitor Martins, após evento realizado pela Organização Nacional das Indústrias de Petróleo (Onip). Segundo ele, o órgão regulador aguarda apenas uma definição sobre o assunto do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE). Isso deveria acontecer, no máximo, até a primeira quinzena de julho para que haja tempo hábil para a publicação do edital e realização do leilão. Segundo Martins, a ANP enviou documento ao CNPE há cerca de dez dias defendendo a realização deste leilão e também a reabertura da Oitava Rodada, suspensa em 2006 por ordem judicial. "Esse dois leilões podem ocorrer independentemente da definição do novo marco legal do setor, por conta da área do pré-sal (localizada abaixo do leito marinho)."O diretor disse ainda que no documento encaminhado ao CNPE, a ANP encaminhou parecer jurídico para a retomada da oitava rodada dentro das três possibilidades que estão sendo estudadas, que é a de reabri-la e encerrá-la de imediato, apenas para validar a concessão dos blocos que já foram leiloados, retomá-la em sua integralidade e ainda retirar os blocos do pré-sal que estão previstos para serem ofertados. Porém, segundo Martins, a posição da agência é mais favorável à retomada na integralidade.O secretário de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia, José Lima de Andrade Neto, disse que o governo ainda está estudando como lidar com a situação do pré-sal, e que não há qualquer sinalização sobre a realização de uma rodada, seja ela a oitava, a décima ou mesmo a "rodadinha" de campos marginais que inicialmente estava prevista para maio. "É preciso dar um posicionamento para a sociedade. Temos de ter uma definição sobre o marco regulatório", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.