Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

ANP: STR se destaca na disputa da Bacia do Pará-Maranhão

Estreante num leilão da Agência Nacional de Petróleo (ANP), a STR foi destaque hoje ao vencer sete dos dez blocos que disputou na Bacia do Pará-Maranhão. A empresa desbancou a Petrobras, que disputou todos os blocos desse lote em parceria com a Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) e ganhou apenas dois lances. A STR é uma empresa paulista prestadora de serviços que, em 2005, foi parceira da argentina Oil MS, companhia de engenharia que arrematou uma série de blocos nas bacias de Solimões e Minas Gerais.A área arrematada pela companhia argentina, inclusive, foi alvo de preocupação da ANP, que no ano seguinte, em 2006, impôs à oitava rodada um limite de áreas a serem adquiridas por cada uma das empresas participantes. À época, a justificativa da ANP é de que a área disponibilizada nas bacias citadas acima era extensa e agora estava completamente nas mãos de uma empresa estrangeira.A regra foi amplamente criticada pelo mercado e acabou sendo alvo de ações judiciais que acabaram por resultar na suspensão do leilão. Diante disso, a ANP decidiu suspender esta regra para a 9ª Rodada este ano, evitando assim possíveis surpresas desagradáveis com relação a novas ações judiciais.

KELLY LIMA, Agencia Estado

27 de novembro de 2007 | 16h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.