ANP vai apurar vazamento de óleo da Chevron, diz Lobão

‘Se a Chevron não está assumindo o papel dela, mais severamente punida ela será’

Karla Mendes, da Agência Estado,

17 de novembro de 2011 | 11h37

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse nesta quinta-feira, 17, que a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) vai apurar o caso do vazamento da Chevron no Rio de Janeiro e "aplicar os corretivos de acordo com a lei". "Se a Chevron não está assumindo o papel dela, mais severamente punida ela será", disse.

Ontem, a ANP informou que teve início processo de cimentação no poço 9-FR-50DP-RJS, localizado no Campo de Frade, e que abriu processo administrativo para a investigação do incidente.

A agência disse que mantém uma equipe de técnicos no Centro de Monitoramento da Chevron desde que foi informada sobre o surgimento da mancha, no dia 8, pela concessionária.

Tudo o que sabemos sobre:
óleovazamentoChevronLobão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.