ANP volta a interditar postos no Rio de Janeiro

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) interditou ontem as bombas de combustíveis de seis postos revendedores no Estado do Rio de Janeiro, após constatar a comercialização de gasolina adulterada com solventes. Os postos autuados estão sujeitos a multas que vão de R$ 20 mil a R$ 5 milhões, informou a assessoria de imprensa da agência.Dos seis postos autuados, três estão localizados em São João de Meriti e um em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, um em Niterói e um na capital do Estado. A presença de marcador de solvente na gasolina vendida por estes postos foi constatada por meio de exames realizados nos laboratórios da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).As autuações de ontem dão seqüência a uma grande operação de fiscalização realizada em setembro em postos revendedores do Rio e de São Paulo, em que foram comprovadas irregularidades nas vendas de combustíveis. Entre meados de setembro até a semana passada, a ANP já havia autuado, no Rio, 54 postos, com 14 interdições por venda de gasolina adulterada, entre os 198 postos fiscalizados. Em São Paulo, foram autuados 130 postos, com 49 interdições de bombas, por venda de combustíveis fora das especificações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.