ANS determina direção fiscal em cinco operadoras

Cinco operadoras de planos de saúde estão em regime de direção fiscal pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Segundo comunicado da assessoria de imprensa da ANS, a decisão da Diretoria Colegiada da Agência tem caráter preventivo e lhe permite acompanhar a administração econômico-financeira dentro das operadoras. Quatro operadoras são do Estado de São Paulo: Samcil Convênios Médicos Hospitalares Ltda.; RAPS - República Administradora de Planos de Saúde S.A; Saúde Assistência Médica do ABC S/C Ltda.; e Pró-Saúde Assistência Médica Ltda. A última operadora é do Estado do Espírito Santo: a MJA Assistência Médica Ltda. A Assessoria de imprensa da ANS informa que os consumidores de planos de saúde das operadoras sob direção fiscal devem continuar sendo atendidos normalmente e tem seus direitos garantidos. Se o consumidor tiver alguma dúvida o problemas com sua operadora de plano de saúde pode ligar gratuitamente para o Disque ANS: 0800-7019656 ou procurar os órgãos de defesa do consumidor de sua cidade. De acordo com a ANS, existem 13 operadoras de planos de saúde em direção fiscal. As outras oito são: Unimed São Paulo (SP); Unimed Volta Redonda (RJ); SMB (RJ), Samp São Paulo (SP), Samp Espírito Santo (ES); Samp Paraminense (MG); Servi Saúde (BA), e Associação Auxiliadora das Classes Laboriosas (SP). Desde que começou a atuar em abril de 2000, a ANS já liquidou cinco operadoras: Adress, Biomed, Miller e Climoj (RJ), e Unicor (SP).

Agencia Estado,

17 Dezembro 2001 | 17h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.