ANS: liquidação extrajudicial da União Saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) acaba de decretar a liqüidação extrajudicial da operadora de planos de saúde Nota Administração e Participação Ltda., que atuava no Recife, Pernambuco, sob o nome fantasia de União Saúde. A Resolução Operacional (RO) número 80, que fixa esta decisão da Diretoria Colegiada da ANS, foi publicada hoje, no Diário Oficial da União.Desde o dia 4 de abril passado, esta operadora estava sob Direção Fiscal, regime preventivo em que um representante da ANS, nomeado pela Diretoria Colegiada da Agência, levanta a real situação da empresa e estuda a possibilidade de, com adoção de medidas técnicas, fazê-la retornar à normalidade econômico-financeira, o que não se revelou viável com a União Saúde.Esta operadora já não dispunha de carteira de clientes, que havia passado voluntariamente para a Univida, também colocada sob Direção Fiscal pela ANS no mesmo dia 4 de abril passado. Quando uma operadora é posta sob Direção Fiscal, os bens dos administradores que passaram pela empresa nos últimos 12 meses ficam automaticamente indisponíveis, o que acontece tanto com os da Nota quanto com os da Univida.Clientes de operadoras de planos de saúde colocadas sob Direção Fiscal pela ANS têm de continuar a receber o atendimento integral à saúde normalmente. Quaisquer dificuldades destes consumidores devem ser levadas ao conhecimento da Agência, gratuitamente, pelo 0800-701-9656 do Disque ANS ou pelo e-mail Fale Conosco no site da agência (veja link abaixo). A comprovação desta irregularidade pela fiscalização da Agência resulta em multa de até R$ 50 mil.

Agencia Estado,

11 de julho de 2002 | 16h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.