Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Antes de reajuste de imposto, gasolina caiu em 21 Estados e no DF

Segundo a ANP, o litro do derivado de petróleo aumentou em apenas cinco Estados

Gustavo Porto, O Estado de S.Paulo

24 Julho 2017 | 12h38

RIBEIRÃO PRETO - Na semana em que o governo federal anunciou o aumento do PIS/Cofins sobre combustíveis líquidos, o valor médio da gasolina vendido nos postos brasileiros recuou em 21 Estados e no Distrito Federal, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), compilados pelo AE-Taxas. O litro do derivado de petróleo aumentou em apenas cinco Estados.

Na quinta-feira (20), o governo aumentou em R$ 0,4109 de PIS/Cofins por litro da gasolina. No entanto, o reajuste chegou aos postos apenas a partir da última sexta-feira (21) e não foi captado pelo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

++ FOCUS: Após aumento de imposto, mercado sobe previsão para inflação em 2017

Em São Paulo, maior consumidor do País, o litro da gasolina recuou 1,58% entre a segunda e a terceira semana de julho, de R$ 3,286, para R$ 3,234, em média. Em Minas Gerais o recuo médio foi de 0,097%, de R$ 3,613 para R$ 3,578 o litro, em média, enquanto que no Rio de Janeiro houve recuo de 0,57%, de R$ 3,875 para R$ 3,853. Na média brasileira, o litro da gasolina caiu 0,60% entre os períodos, de R$ 3,485 para R$ 3,464. 

++ Com aumento do imposto, abastecer com gasolina poderá ficar até 14,4% mais caro

Loading...

Loading...

 

Mais conteúdo sobre:
ANP imposto gasolina

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.