Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Antes do trabalho, chefe da missão do FMI faz turismo em Brasília

O primeiro contato do chefe da missão do FMI no Brasil, o economista argentino Jorge Marquez-Ruarte, com a capital federal foi informal e turístico. Vestindo calça jeans e camisa de manga curta, com uma câmara fotográfica, Ruarte passou duas horas e meia da manhã de hoje conhecendo os principais pontos turísticos da capital. Poucas horas antes do primeiro encontro com a equipe econômica, a descontração com que ele transitava pela cidade contrastava com a fama de "linha dura" que ele tem no Fundo.De bom humor, Ruarte prometeu voltar à cidade, dessa vez com a esposa, mas para só fazer turismo. "Brasília é uma cidade muito charmosa, é o diamante do Brasil", disse, falando em "portunhol". Ele afirmou que quer conhecer também a cidade histórica de Pirenópolis e a cachoeira de Itiquira, uma queda d´água de 100 metros distante cerca de uma hora da cidade.A bordo de um carro contratado por R$ 50,00 de uma agência de turismo, Ruarte fez o roteiro padrão de qualquer turista que visita a capital pela primeira vez. Esteve no Palácio do Alvorada, praça dos Três Poderes, catedral Metropolitana, no memorial JK e na quartel-general do Exército. Na volta ao hotel, o economista carregava um livro sobre a cidade, escrito em inglês.

Agencia Estado,

12 de novembro de 2002 | 15h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • O Pix é seguro? Veja dicas de especialistas sobre o sistema de pagamentos
  • 13º salário: quem tem direito, datas e como a pandemia pode afetar o cálculo
  • Renda básica: o que é, quais os objetivos e efeitos e onde é aplicada

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.