Antigripais podem causar efeitos colaterias

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou ontem resolução determinando a suspensão da fabricação, distribuição e comercialização de 16 tipos de descongestionantes nasais, antigripais e expectorantes, que contêm em sua fórmula a substância fenilpropanolamina. Segundo a Assessoria da Anvisa, essa substância provocou derrame em algumas pessoas, nos Estados Unidos, que utilizavam remédios para emagrecer. A Anvisa considerou "a ocorrência de graves efeitos colaterais", além de poder precipitar problemas cardíacos, relatados pela Agência Reguladora de Medicamentos e Alimentos dos EUA (FDA), a partir de estudo realizado na Escola de Medicina de Yale. A lista de medicamentos inclui: Naldecon, Naldex, Rinarin, Descon, Descongex, Deotap, Rhinexat, Sanagrip, Dimetapp, Benadril Dia e Noite, Decenil, Acolde, Nossaliv, Ornatrol, Spansule e Contilen. Os laboratórios que fabricam medicamentos com fenilpropanolamina e seus sais terão 30 dias para efetuar o recolhimento de todos os remédios em território nacional. O comércio varejista também terá prazo de 30 dias para atender à resolução.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.