coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Antonio Ermírio cobra empenho de empresários

O presidente do Grupo Votorantim, Antonio Ermírio de Moraes, discordou hoje da reclamação de seus colegas empresários sobre a falta de fontes de financiamento para as exportações paulistas, conforme ressaltaram os representantes do setor exportador durante reunião com o governador Geraldo Alckmin, no Palácio dos Bandeirantes. "Discordo um pouco dessa posição. É que nós (empresários) não procuramos isso. Aqui (no encontro) foi uma sessão de muita reclamação, mas tem pouca gente que vai atrás (de recursos)", disse o empresário, em rápida entrevista, ao deixar a reunião com o governador.Ermírio disse também que não vê motivos para o nervosismo do mercado, que, ontem, fez disparar o dólar para quase R$ 2,597. "Hoje não há nada de ruim com a economia brasileira. Discordo totalmente de que o Brasil pode ser uma outra Argentina", afirmou. De acordo com ele, o País tem uma produção boa. "O PIB do Brasil representa 1,2% do PIB do mundo e as exportações, 0,9% do total do comércio mundial. Parece pequeno, mas esse é um começo e, para aumentar, precisamos trabalhar muito mais." Para o empresário, o caminho para dobrar as exportações de São Paulo é "trabalhar mais".O empresário não quis prever quem poderá ser o vencedor das eleições presidenciais marcadas para outubro. "Se soubesse, seria um homem feliz", afirmou. Ermírio disse ainda que, entre os candidatos, o senador José Serra, pré-candidato do PSDB, é o " mais competente". Mas, acrescentou, precisa melhorar a sua postura, principalmente no que se refere ao carisma (com a população). Sobre uma eventual vitória de Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, o empresário disse não ter medo algum, embora o mercado tenha mostrado continuamente seu temor. "Se ele ganhar, nós (empresários) temos de trabalhar com ele. Não acho que ele venha a transformar o Brasil em uma Argentina. Vamos torcer para que isso não aconteça", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.