Anvisa libera o registro de dois genéricos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do Ministério da Saúde concedeu registro para dois medicamentos genéricos, um deles de princípio ativo inédito no mercado. O novo medicamento é o antivirótico Nevirapina, que tem como referência o Viramune, e será importado pelo laboratório indiano Ranbaxy Farmacêutica Ltda. O outro genérico que teve seu registro concedido pela Anvisa é o antibiótico Ampicilina, suspensão oral, que tem como referência o Amplacilina, fabricado pela Eurofarma Laboratório Ltda. Nessa apresentação o produto já era fabricado pelo laboratório EMS. Até hoje, 385 medicamentos genéricos produzidos por 29 laboratórios foram registrados na Anvisa, representando 144 princípios ativos diferentes. Interdição A Anvisa determinou hoje a apreensão do produto Farmafer - Sulfato Ferroso 300 mg, apresentado sob a forma de comprimidos, lote nº 24. De acordo com análise realizada no Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (LCNN), o medicamento estava com manchas na superfície dos comprimidos. O medicamento similar, usado no tratamento de anemia, era produzido pela empresa Farmédica Indústria Farmacêutica Ltda, do Rio de Janeiro. A Anvisa determinou que o produto seja recolhido imediatamente em todo o país pelas vigilâncias sanitárias estaduais e municipais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.