Anvisa registra mais um genérico de hipertensão

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do Ministério da Saúde registrou hoje mais um medicamento genérico indicado no tratamento da hipertensão. O medicamento é o anti-hipertensivo e diurético cloridrato de amilorida + hidroclorotiazida, que tem como referência o remédio Moduretic (Prodome), e será produzido pelo laboratório Hexal do Brasil.Segundo a Anvisa, o genérico vai custar 64,9% menos que o medicamento de referência. A caixa com 30 comprimidos será vendida a R$ 6,05. Já o Moduretic custa R$ 9,31. Atualmente, existem sete genéricos diferentes para o tratamento da doença e dois diuréticos que também auxiliam no controle da hipertensão. De acordo com a Agência, a diversidade de genéricos anti-hipertensivos já é suficiente para atender as necessidades de prescrição médica e opção de medicamento com preços mais acessíveis Segundo as estimativas do Ministério da Saúde, cerca de 12 milhões de brasileiros são portadores de hipertensão. Esse número será conhecido com mais precisão depois da realização da Campanha Nacional de Detecção de Hipertensão Arterial, organizada pelo ministério até 14 dezembro. No Brasil, as doenças do aparelho circulatório têm o maior índice de mortalidade, com 225 mil mortes por ano (27% do total).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.