coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Anvisa retira produtos oftalmológicos do mercado

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a fabricação e a comercialização de três medicamentos oftalmológicos do Laboratório Allergan Produtos Farmacêuticos Ltda: o Doxium e o Antomiopic, usados nos tratamento da retinopatia diabética, e o Clarvisol, indicado contra a progressão da catarata. De acordo com Anvisa, esses produtos devem ser retirados do mercado porque possuem, em sua composição, o tiomersal, substância proibida.Em abril de 2001, a Anvisa proibiu o uso e a comercialização de medicamentos derivados do mercúrio, como o tiomersal. De acordo com a Agência, a medida teve como objetivo diminuir a exposição da população aos produtos à base desse metal, que pode causar danos às vísceras e ao sistema nervoso humano. Os derivados do mercúrio são usados no Brasil como antissépticos, em soluções nasais, oftálmicas e em alguns medicamentos de uso ginecológico.A Anvisa informa que o nível de mercúrio em produto medicinal não representa grande risco à saúde da população, mas o efeito cumulativo proveniente de várias fontes (alimentos, medicamentos, ambiente) pode provocar danos à saúde devido ao acúmulo de mercúrio em alguns órgãos. A empresa tem 30 dias, a partir de hoje, para recolher os medicamentos em todo território nacional, de acordo com a Anvisa. O desrespeito à resolução acarretará em notificação e multas que variam de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão. Cabe às vigilâncias estaduais e municipais a fiscalização do cumprimento da medida.

Agencia Estado,

19 de março de 2002 | 18h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.