Anvisa suspende fitoterápicos sem registro

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), órgão responsável pela fiscalização de medicamentos e cosméticos do Ministério da Saúde, determinou a retirada do mercado dos fitoterápicos da empresa Vida Natural Produtos Naturais Ltda, do município de Artur Nogueira (SP). Os medicamentos estavam sendo comercializados sem registro.De acordo com a Anvisa, a empresa foi inspecionada pelo Centro de Vigilância Sanitária de São Paulo (CVS), que verificou as irregularidades e enviou a denúncia. Entre os problemas, estão a falta de profissionais preparados e instalações inadequadas. Além disso, a empresa não cumpria as normas básicas de fabricação e funcionamento, destaca a Anvisa. Todos os produtos como: mel, xaropes, soluções com própolis, extratos de plantas, entre outros estavam sem autorização para comercialização. Magic Color Hair também é retiradoA Anvisa também suspendeu o Magic Color Hair, um spray para colorir cabelo produzido pela empresa Chemiker do Brasil Produtos Automotivos Ltda, de Palmeira (PR). A irregularidade foi constatada quando a embalagem aerosol do produto explodiu e causou ferimentos em um consumidor, segundo a Agência. A Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro encaminhou a denúncia e a Polícia Civil abriu inquérito para apurar o caso.Farmácias e drogarias que comercializarem produtos irregulares podem ser punidas com advertência e multas que variam de acordo com o tamanho e a renda do estabelecimento, segundo a Anvisa. Para o laboratório infrator, as multas variam de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.