finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Apagão: ressarcimento por aparelhos queimados

As distribuidoras de energia elétrica serão obrigadas a ressarcir os consumidores que tiverem equipamentos elétricos e eletrônicos queimados em conseqüência dos apagões. Estas concessionárias devem cadastrar também, conforme prevêem os contratos, todos clientes que dependem da luz elétrica para manter em funcionamento aparelhos médicos. Ou seja, os pacientes que estão sob cuidados médicos em suas residências devem receber informações sobre os horários dos desligamentos de energia elétrica. O alerta foi feito pelo diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), José Mário Abdo, ao explicar que a agência reguladora irá agir contra as concessionárias que descumprirem as determinações de procedimento durante o racionamento nas Regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste do País. Os consumidores que se sentirem prejudicados podem reclamar na central de atendimento da distribuidora ou por meio do telefone 0800 61 2010 (ligação grátis).Racionamento Abdo exclareceu que não cabe à agência reguladora elaborar o plano de racionamento de energia elétrica a ser implantado no País, mas apenas auxiliar o governo federal no que diz respeito à regulamentação e a fiscalização das concessionárias.Abdo informou que a agência reguladora terá um grupo de trabalho encarregado de acompanhar a implantação do plano de racionamento. Esta equipe vai dedicar-se exclusivamente para que as decisões medidas sejam cumpridas por parte das concessionárias. Por sua vez, os técnicos poderão definir linhas de ação. Na prática, é mais um grupo de assessoria à Câmara de Gestão da Crise de Energia.

Agencia Estado,

14 de maio de 2001 | 18h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.