Apas aponta queda de preços de 0,69% em junho em SP

Os preços praticados nos supermercados paulistas registraram um recuo de 0,69% em junho, revertendo as altas registradas este ano. Em maio, a variação tinha sido de 1,61%, segundo levantamento da Associação Paulista de Supermercados (Apas) em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). No ano, o Índice de Preços dos Supermercados (IPS) acumula uma alta de 7,37% e nos últimos 12 meses, 25,29%. No mês passado, os alimentos foram os responsáveis pela queda, sendo que os produtos da seção de hortifrutigranjeiros recuaram 8,10%, ao lado de alguns semi-elaborados, como o feijão (-9,11%), o frango (-8,01) e a pescada (-4,92%). Outros produtos, no entanto, encontraram espaço para remarcações. Os industrializados por exemplo subiram 0,36% e o arroz, 3,37%. Já os não-alimentares apresentaram variações em torno de 0,50% e 1,0%. Desde a implantação do Plano Real, a inflação medida pela Fipe até junho registrou alta de 116,91% enquanto o IPS ficou em 64,73%. Porém, levando em conta o período a partir de 1999 os dois índices estão praticamente no mesmo patamar - 38,07% (Fipe) e 37,19% (IPS) - mostrando, segundo a Apas, que a política de câmbio flutuante dificultou as negociações de preços entre indústria e varejo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.