Apesar da acomodação da atividade, perspectiva é favorável, diz BC

Ata do Copom sustenta avaliação positiva sobre a economia com a persistência da expansão do crédito

Fabio Graner e Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

28 de outubro de 2010 | 10h05

O Banco Central entende que é possível observar acomodação no ritmo de crescimento da economia nos últimos trimestres, mas avalia que a perspectiva para a atividade econômica segue positiva. "A despeito de a acomodação observada nos dois últimos trimestres haver se mostrado mais intensa do que o esperado no início deste ano, como revelam, entre outros, dados sobre estoques e produção industrial; as perspectivas para a evolução da atividade econômica doméstica continuam favoráveis", cita a ata da reunião de outubro do Comitê de Política Monetária (Copom) no parágrafo 23.

Os diretores explicam que entre os fatores que sustentam a avaliação positiva para a economia estão a expansão da oferta de crédito que tende a persistir, "embora em ritmo mais moderado, tanto para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas". Além disso, o BC chama atenção para o fato de que "a confiança de consumidores e de empresários se encontra em níveis historicamente elevados, a despeito de alguma acomodação na margem".

Há, ainda, contribuição positiva do mercado de trabalho aquecido, "apesar do arrefecimento da geração de postos em segmentos específicos".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.