Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Apesar de tensão nos EUA, Bovespa sobe, puxada pela Vale

Bolsa de Valores de São Paulo consegue terminar o pregão em alta, mas não ultrapassa último recorde

Claudia Violante, da Agência Estado,

28 de fevereiro de 2008 | 18h54

A Bovespa mais uma vez ameaçou renovar seu recorde de pontuação no fechamento, mas, assim como na quarta-feira, não conseguiu sustentar ganhos robustos para ultrapassar os 65.790 pontos de 6 de dezembro passado. Depois de atingir 66 mil pontos na máxima, o índice devolveu quase todo o ganho e fechou em 65.555,1 pontos, com avanço de apenas 0,09%. Na mínima do dia, bateu em 65.248 pontos (-0,38%). Veja também: Dólar assiste à tensão nos EUA, mas fecha em leve baixa Uma realização de lucros a minutos do final, estimulada pelo desempenho em baixa das bolsas norte-americanas, não impediu que a Bolsa tivesse seu sétimo pregão consecutivo de ganhos. Nos EUA, o Dow Jones recuou 0,89%, mesma queda do S&P, enquanto o Nasdaq teve baixa de 0,94%. Com o desempenho desta quinta, a Bovespa acumula alta de 2,61% no ano e de 10,20% em fevereiro. O volume financeiro negociado atingiu R$ 5,936 bilhões (preliminar). Pode-se dizer que a Bolsa doméstica trabalhou descolada de NY praticamente o dia toda, embalada principalmente pelo comportamento em alta das ações da Vale. A mineradora atraiu compradores diante da expectativa de um balanço robusto em 2007, resultado que sairá ainda nesta quinta.  As ações da Vale ainda foram influenciadas positivamente pela elevação dos metais e pela notícia de que sua oferta pela Xstrata teria feito água, segundo o Financial Times. Sem compra, sem endividamento justificam os analistas. E uma dívida perigosa, com chances de fazer a empresa perder seu investment grade. Vale ON subiu 3,29% e Vale PNA, 2,24% (esta com giro de R$ 627,897 milhões, o maior individual) Além da Vale, a alta do petróleo ajudou as ações da Petrobras. A commodity bateu recorde de fechamento, com o contrato para abril no nível histórico de US$ 102,59, em alta de 2,96%. Também ajudaram a Bovespa os bons balanços divulgados pela empresas e os indicadores que reforçam esta percepção de descolamento. Desemprego A taxa de desemprego divulgada nesta quinta pelo IBGE ficou em 8%, menor valor para meses de janeiro e o segundo menor da série histórica do instituto. O IGP-M de fevereiro saiu comportado e também agradou. O mesmo não se pode dizer dos números que foram divulgados nos EUA: o PIB do quarto trimestre subiu 0,6% no quarto trimestre, abaixo das projeções de 0,8%, enquanto o número de pedidos de auxílio-desemprego subiu 19 mil, para 373 mil - ante projeção de aumento de 4 mil, para 353 mil. Embora diante de números ruins, favoreceria o mercado nesta quinta o discurso de Ben Bernanke, no Senado, que foi um repeteco de quarta. Ele voltou a dizer que a recessão alarma e é a principal preocupação do Federal Reserve, que deixará o combate à inflação para um momento futuro. Isso significa que o juro será novamente cortado em 18 de março, crêem os especialistas. Mas Bernanke não conseguiu dar fôlego aos negócios, já que as empresas de hipotecas Fannie Mae e Freddie Mac apresentaram prejuízo e pesaram sobre os índices, assim com a disparada do petróleo, que significa custos maiores para as empresas e resultados ainda piores.De volta ao mercado doméstico, do lado corporativo, os balanços foram predominantemente bons. A Oi (ex-Telemar) registrou lucro líquido consolidado de R$ 2,358 bilhões, com aumento de 80% sobre o R$ 1,310 bilhão do ano anterior. Já a Telemar Norte Leste (Oi, controladora) teve lucro líquido de R$ 2,692 bilhões em 2007, um aumento de 66,7% sobre o R$ 1,615 bilhão do ano anterior.  A Natura lucro R$ 462,255 milhões em 2007, 0,32% acima do registrado em 2006, enquanto a América Latina Logística (ALL) encerrou 2007 com um lucro líquido consolidado de R$ 216,8 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.