Apetite da indústria para investimentos em 2012 é moderado

O desânimo contaminou as projeções da indústria da transformação para 2012. Sondagem divulgada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostrou estimativas menos favoráveis para investimentos, emprego e faturamento. O resultado foi influenciado pelo desempenho fraco da indústria este ano e pela crise externa.

O Estado de S.Paulo

22 de dezembro de 2011 | 03h06

Na edição de outubro-novembro do levantamento, que ouviu 880 empresas, caiu de 55% para 50% a fatia das que pretendem aumentar investimentos no ano seguinte. No mesmo período, subiu de 15% para 17% a fatia das que pretendem investir menos.

Para o economista da FGV Aloísio Campelo, as companhias apresentam apetite "moderado" para investir em 2012. "As perspectivas estão menos favoráveis, mas não como em 2009."/ A.S.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.