Apex destina R$ 80 milhões para promover produto nacional

A Agência de Promoção às Exportações (Apex) destinará R$ 80 milhões este ano para custear 40% da promoção de produtos brasileiros no exterior. A verba é 12,5% superior aos recursos aplicados em 2001. Os 60% restantes virão da iniciativa privada, chegando a um total de R$ 200 milhões. São 16 os setores contemplados pela Apex para receberem os recursos e intensificarem as vendas externas.De acordo com a diretora da entidade, Dorothéa Werneck, as exportações deverão crescer 11,5% em 2002 ante o ano passado. Em 2001, segundo dados da Apex, alguns segmentos como alimentação, têxtil, calçados, máquinas e cosméticos aumentaram as vendas ao exterior em 13,5%, em média, enquanto o total das exportações subiu apenas 5,7%.Segundo a diretora, serão criados neste ano, sete grupos que discutirão temas prioritários para o aumento das exportações, além de comitês responsáveis para tratar de feiras no Brasil e no exterior, moda, missões internacionais e países prioritários.Dorothéa acrescentou que foi criado um grupo para analisar o acesso ao mercado norte-americano. A idéia é criar uma espécie de "marca" de promoção que estaria estampada nos diferentes produtos brasileiros exportados e nas feiras internacionais. Os produtores de frango, por exemplo, teriam um selo com um logotipo com a inscrição Brazilian Chicken.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.