Aporte da Petrobras em 2014 deve ser R$ 800 mi menor

A ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, afirmou nesta quinta-feira, 29, que a previsão de investimentos da Petrobras no País para 2014 é R$ 800 milhões menor do que a de 2013. "A redução refere-se à conclusão de empreendimentos que exigirão menos recursos", afirmou. Em relação aos investimentos que a estatal fará no exterior, a redução é de R$ 4 bilhões. Passou de R$ 10,5 bilhões para R$ 6,5 bilhões. De acordo com Miriam, são desinvestimentos realizados no exterior, que "estão sendo feitos para alavancar investimentos aqui no País".

LAÍS ALEGRETTI, ADRIANA FERNANDES E RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

29 de agosto de 2013 | 14h09

Sobre despesas do governo, ela disse que poucos ministérios tiveram redução no Orçamento de 2014. "Alguns porque investimentos foram antecipados para 2013 e outros terão redução de custeio", disse. A Controladoria-Geral da União (CGU), os Ministérios das Comunicações, da Cultura, da Fazenda e do Meio Ambiente e Operações Oficiais de Crédito tiveram redução do orçamento previsto para 2014. Todas são, segundo o Poder Executivo, relativas à redução do custeio administrativo. A diminuição do orçamento do Ministério do Esporte é explicada pela conclusão de projetos para a Copa.

Tudo o que sabemos sobre:
OrçamentoMiriam

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.