Após 92 anos, 1ª Guerra Mundial termina em 3 de outubro com pagamento alemão

Segundo a revista alemã ‘Der Spiegel’, conflito que deixou 16 milhões de mortos estará oficialmente encerrado com o pagamento de € 56 milhões 

Renato Martins, da Agência Estado,

28 de setembro de 2010 | 15h59

A revista semanal alemã Der Spiegel informa que a Alemanha fará em 3 de outubro seu último pagamento das reparações de guerra relativas à 1ª Guerra Mundial (1914/18). Com o pagamento de € 56 milhões, o conflito que deixou 16 milhões de mortos, estará oficialmente encerrado, 92 anos depois.

Segundo a revista, pelo Tratado de Versalhes, imposto pelas potências que venceram a guerra, a Alemanha, declarada a única culpada pelo conflito, deveria pagar como reparações 269 bilhões de marcos de ouro, equivalentes a 96 mil toneladas de ouro; em 1929, um acordo reduziu essa dívida a 112 bilhões de marcos de ouro. O país emitiu bônus para isso em 1924 e em 1930.

A Alemanha suspendeu os pagamentos em 1931, por causa da crise financeira global, e recusou-se a retomá-los em 1933, quando Adolf Hitler chegou ao poder. Em 1953, a Alemanha Ocidental concordou em assumir essa dívida e pagou o principal nos anos seguintes, mas o acordo permitia que o país adiasse o pagamento dos juros acumulados entre 1945 e 1952 até que estivesse reunificado, o que aconteceria somente em 1990. O último pagamento será feito em 3 de outubro, segundo o Escritório Federal para Serviços Centrais e Questões Não Resolvidas de Propriedade.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.