AP
AP

Após abrir primeiro restaurante no Brasil, Red Lobster está à venda

Rede especializada em lagostas deve ser vendida por US$ 2,1 bilhões para o fundo Golden Gate Capital, informou a Darden Restaurants

Economia & Negócios,

16 de maio de 2014 | 11h12

SÃO PAULO - A rede de restaurantes Red Lobster, especializada em lagosta e frutos do mar, pode ser vendida por US$ 2,1 bilhões.A rede tem mais de 700 restaurantes no mundo e acabou de abrir sua primeira filial no Brasil esta semana.

A Darden Restaurants, dona da Red Lobster, informou que entrou em acordo para vender a cadeia de restaurantes para o fundo de investimentos Golden Gate Capital.

A Red Lobster abriu a primeira loja no Brasil, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na terça-feira, 13.

A lagosta representa 70% do cardápio dos restaurantes da rede. As lagostas servidas em São Paulo são produzidas no Nordeste, que abastece outros restaurantes da rede nos Estados Unidos.

No Brasil, o cardápio será igual ao dos restaurantes dos Estados Unidos. Um dos destaques é o Ultimate Feast, feito com uma cauda de lagosta grelhada, patas de caranguejo do Chile no vapor e camarão grelhado ao molho e camarão empanado.

Para as crianças o restaurante serve 'pipoca' de camarão ('popcorn shrimp'). Na Flórida, cerca de 70% dos consumidores estrangeiros de Red Lobster são brasileiros, segundo a empresa.

Imagem da página da Red Lobster do Brasil no Facebook: rede desembarcou esta semana no Aeroporto de Guarulhos

Com 46 anos de mercado, a marca tem 706 restaurantes nos Estados Unidos, Canadá, México, Japão, Oriente Médio e agora no Brasil, onde chegou através de uma parceria entre a IMC - International Meal Company e a empresa norte-americana Darden Restaurants. Com informações da AP.

Tudo o que sabemos sobre:
Lagosta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.