Após autuação, Telefônica diz que serviços já melhoraram

Procon-SP abre cinco processos administrativos que podem gerar multas de até R$ 16 milhões por panes

estadao.com.br,

15 de setembro de 2009 | 15h55

Após o Procon-SP anunciar nesta terça-feira, 15, a abertura de cinco processos administrativos que podem gerar multas de até R$ 16 milhões devido a panes na telefonia fixa e internet, a Telefônica afirmou, em comunicado, que os serviços foram melhorados e alega ainda não ter sido notificada oficialmente pelo órgão. Mas quer "esclarecer todas as medidas já tomadas pela empresa nos eventos citados na nota divulgada pelo órgão estadual".

 

Veja também

linkProcon-SP pode autuar Telefônica em R$ 16 milhões por panes

 

No comunicado, a Telefônica afirma: "A companhia já adotou ações concretas para a reformulação do atendimento prestado aos consumidores, como a certificação de qualidade em 100% das vendas do serviço Speedy. Estas e outras medidas já geraram resultados como a redução de 36,6% do número de chamadas para o call center técnico e a queda no próprio volume de reclamações sobre serviços da Telefônica no Procon-SP, de 47,3%, na comparação entre março e agosto de 2009."

 

Sobre a pane ocorrida no dia 8 de setembro em São Paulo, a Telefônica informou que foi aberta investigações para descobrir a causa do problema, mas alegou que um de seus fornecedores informou que "descargas elétricas ocorridas naquele dia de forte tempestade afetaram o funcionamento de três equipamentos de sinalização da rede de voz da companhia". A Telefônica informou que providenciará o ressarcimento de todos os clientes das regiões afetadas.

 

No final do comunicado, a companhia telefônica afirmou que discute um acordo com o Procon-SP que terá como objetivo aperfeiçoar o serviço de atendimento aos clientes.

Tudo o que sabemos sobre:
TelefônicaProcon-SPmulta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.