Reuters/Lucas Jackson
Reuters/Lucas Jackson

Após balanço, ações da Apple recuam mais de 6% na Bolsa de NY

Empresa chegou a cair abaixo da marca de US$ 1 trilhão em valor de mercado, mas recuperou patamar no fim do dia

Victor Rezende, O Estado de S.Paulo

03 Novembro 2018 | 05h00

Apesar de ter registrado lucro líquido e receita recordes no terceiro trimestre, as vendas abaixo do esperado de iPhones e o anúncio de que a empresa não divulgará mais o volume de comercialização dos aparelhos levaram a uma queda de 6,63% nas ações da companhia ontem, que fecharam a US$ 207,48. Mesmo assim, o resultado foi suficiente para que a Apple mantivesse o valor de mercado em US$ 1 trilhão, que havia perdido por boa parte do dia, na Nasdaq. 

Oito corretoras e bancos reduziram suas expectativas de preço para a Apple, enquanto o Bank of America Merrill Lynch – cortou a classificação para as ações de “compra” para “neutra”. O preço alvo do banco para o papel da Apple, que antes estava em US$ 235, foi cortado para US$ 220 após o balanço.

A decisão da Apple de deixar de divulgar as vendas de iPhones e outros produtos desagradou investidores, disseram os analistas da corretora Wedbush. Eles ressalvaram que o resultado de julho a setembro – lucro líquido de US$ 14,1 bilhões – superou projeções. No entanto, o problema reside na expectativa futura de vendas. 

“A Apple deixou os investidores de queixo caído com a notícia (da suspensão da divulgação de dados)”, disseram os analistas da Wedbush. A Raymond James disse discordar da decisão da companhia. “Acreditamos que a venda em volume do iPhone começará a declinar a cada ano como resultado dos preços médios mais altos.”

Emergentes. Em teleconferência de apresentação do balanço, o diretor financeiro da Apple, Luca Maestri, disse que as projeções decepcionantes para a expansão futura são parcialmente explicadas pelas dificuldades enfrentadas em países emergentes, como Turquia e Brasil. As vendas em mercados emergentes podem recuar nos meses que antecedem o Natal, período vital para a receita da companhia. / COM REUTERS

Mais conteúdo sobre:
Applebolsa de valores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.