Após bate-boca, sessão da LDO é interrompida pela 3ª vez

A sessão da Comissão Mista de Orçamento no Congresso se transformou em um "ringue". Na tentativa de obstruir a leitura do relatório do senador Romero Jucá (PMDB-RR) que trata sobre a mudança na Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) de 2014, a oposição está tentando encerrar a sessão alegando que não havia quórum mínimo para a abertura da reunião. O presidente da comissão, deputado Devanir Ribeiro (PT-SP), alegou que a oposição não recorreu no momento certo.

RENATA VERÍSSIMO, Estadão Conteúdo

18 de novembro de 2014 | 20h43

"A Justiça não protege quem dorme. Perdeu!", disse Ribeiro ao líder do DEM na Câmara, deputado Mendonça Filho (PE). O líder exigiu também que fosse feita a leitura da ata sessão anterior, como previsto para o início de cada nova sessão.

A ação da oposição gerou um bate-boca com os parlamentares da base governista. O clima ficou quente, com o ânimo exaltado dos dois lados. O presidente da comissão perdeu o controle da sessão e não conseguiu estabelecer um rumo para os trabalhos. Por causa disso, a reunião foi suspensa de novo, pela terceira vez no dia, e deve ser retomada dentro de meia hora.

Tudo o que sabemos sobre:
meta fiscalCongressoprojeto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.