bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Após carnaval, BRA deverá voltar a voar

Empresa está em recuperação judicial e não voa desde 2007; plano prevê a retomada de voos de fretamento

Mariana Barbosa, de O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2009 | 18h47

A BRA deve voltar a voar depois do carnaval. A empresa, que está em recuperação judicial e não voa desde novembro de 2007, foi aprovada nesta quinta-feira, 19, no voo de certificação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A empresa estava com o Certificado de Homologação de Transporte Aéreo (Cheta) suspenso e, com a aprovação no voo de certificação, essa suspensão deve ser revogada nos próximos dias.  Quando entrou com pedido de recuperação judicial em dezembro de 2007, a BRA tinha uma dívida de R$ 220 milhões, a maior parte com instituições financeiras. Ao aprovar o plano de recuperação, em setembro do ano passado, os credores concordaram com descontos de 50%a 70% na dívida.  O plano prevê a retomada das operações com voos de fretamento apenas. A empresa não tem plano de competir no mercado de voos regulares.

Tudo o que sabemos sobre:
CarnavalBRA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.