Mandel Ngan/AFP
Mandel Ngan/AFP

Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Após corte de juros, Trump volta a criticar Fed

Para o presidente Donald Trump, o banco central americano deveria ter sinalizado maiores reduções na taxa básica de juros

Gabriel Bueno da Costa, O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2019 | 18h38

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou sua conta no Twitter para reclamar da postura do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) e do presidente da instituição, Jerome Powell.

Para Trump, o Fed precisaria agir de modo mais agressivo para relaxar a política monetária, no cenário internacional atual, mas não tem ajudado muito.

"O que o mercado queria ouvir de Jay Powell e do Federal Reserve é que este era o início de um prolongado e agressivo ciclo de cortes de juros que manteria o ritmo com a China, a União Europeia e outros países pelo mundo", argumentou Trump, após o BC americano cortar os juros em 25 pontos-base.

"Como de costume, Powell nos decepcionou, mas pelo menos está encerrando o aperto quantitativo, que em primeiro lugar nem deveria ter iniciado - não há inflação", escreveu Trump. "Nós estamos vencendo, mas eu certamente não estou tendo muita ajuda do Federal Reserve!", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.