Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Matheus Lombardi/XP
Matheus Lombardi/XP

Após encerrar contrato com XP, Onix Capital deve assinar com o banco BTG Pactual 

A empresa com sede em Salvador (BA) e R$ 500 milhões sob custódia é o mais recente escritório de agentes autônomos a deixar a XP

Ernani Fagundes, O Estado de S.Paulo

26 de maio de 2021 | 21h59

O escritório de agentes autônomos Onix Capital informou nesta quarta-feira, 26, que está encerrando o contrato com a XP Investimentos e ingressou no período de aviso prévio de 60 dias para o fim do vínculo com a instituição. A empresa não revelou com qual instituição financeira terá relacionamento após esse prazo.

O Estadão/Broadcast, apurou por meio de uma fonte, que a Onix Capital deve assinar com o banco BTG Pactual, o que representa um novo capítulo na disputa entre os rivais por escritórios de agentes autônomos.

Nas últimas semanas, as instituições se envolveram na disputa pelos escritórios Acqua-Vero, Monte Bravo e Wise Investimentos. No em geral, o BTG Pactual apresentou condições aos novos parceiros que o grupo de Guilherme Benchimol preferiu não bancar. A XP, porém, conseguiu segurar a Criteria Investimentos, que realizou a aquisição da Sheva Investimentos e reafirmou a parceria com o grupo. 

Expansão para o interior

A Onix Capital possui sede em Salvador (BA) e uma carteira de R$ 500 milhões sob custódia e mais de 2 mil clientes na Bahia e em Minas Gerais. O escritório informou que tem um time com 20 assessores, agora passa a focar na expansão da marca para outras regiões, como a abertura de um novo escritório em Brasília e contratação de outros 50 assessores. 

"Além disso, os sócios buscam alavancar a carteira sob custódia, com a expectativa de atingir R$ 2 bilhões nos próximos meses", informou a Onix.

O escritório é fruto da fusão em 2019 entre a Salvador Investimentos e a Malta Investimentos. "Os sócios Vinicius Assis, Eduardo Rodrigues, Gustavo Nascimento e Caio Lagrota focaram em metas que geraram resultados e um novo propósito para a casa e levar assessoria de investimentos para o interior do Brasil", segundo nota divulgada pela empresa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.