finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Após erro, Aneel corrige índices de reajuste da Light

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou esta tarde uma errata em seu site, corrigindo todos os porcentuais relativos ao reajuste da Light, aprovado hoje pela diretoria da agência. Segundo a assessoria de imprensa da Aneel, houve um erro técnico na divulgação dos porcentuais finais.

LEONARDO GOY, Agencia Estado

04 de novembro de 2009 | 19h17

Assim, o reajuste médio correto das tarifas da empresa é de 3,11%, e não de 2,28%, como a Aneel anunciou pela manhã. Do mesmo modo, o aumento para os consumidores residenciais será de 2,8%, e não de 2,01%, como informou a agência anteriormente. No caso das tarifas industriais, o aumento vai variar de 3,35% a 5,69%, e não de 2,48% a 4,61%. O reajuste entra em vigor no próximo sábado, dia 7. A Light atende cerca de 3,5 milhões de unidades de consumo em 31 municípios do Rio de Janeiro, incluindo a capital do Estado.

Tudo o que sabemos sobre:
energiareajusteAneelLight

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.