Após NY voltar ao nível de 2002, Ásia abre em baixa

Índice Nikkei, de Tóquio, caía 0,48%, para 7.521,18 pontos; Kospi, de Seul, baixava 11,85 pontos (1,07%)

Agências internacionais,

20 de fevereiro de 2009 | 01h25

As Bolsas asiáticas abriram o pregão desta sexta-feira, 20, em baixa, após a queda de 11,9% do índice Dow Jones e a perda de 89,68 pontos da bolsa americana, fazendo-a fechar no nível de 2002, 7.465,95 pontos. Veja também:De olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise O índice Nikkei da Bolsa de Valores de Tóquio caía 0,48%, para 7.521,18 pontos. Por sua vez, o indicador Topix recuava 0,30%, para 749,34 pontos. O dólar abriu em leve alta, a 93,99 ienes, contra os 93,56 ienes do fechamento anterior. O euro era cotado a 118,93 ienes e a US$ 1,2655, frente às cotações de 117,81 ienes e de US$ 1,2592 da jornada anterior. O índice Hang Seng, da Bolsa de Hong Kong, perdia na abertura do pregão 304,22 pontos (2,34%), aos 12.719,14. Em Manila, o índice seletivo Psei caía 10,51 pontos (0,55%), aos 1.889,29. O índice Straits Times, da bolsa de Cingapura, perdia 17,77 pontos (1,09%), aos 1.611,58. Já em Kuala Lumpur, o índice composto KLCI estava em 892,74 pontos, após ter queda de 6,85 (0,76%). O índice composto JKSE, da bolsa de Jacarta, caía 6,74 pontos (0,51%), aos 1.316,96, na abertura do pregão desta sexta-feira. Em Bangcoc, o índice SET perdia 1,52 ponto (0,34%), aos 440,1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.