Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Após pacote dos EUA, Ásia fecha com resultados mistos

Tóquio e Seul ganham 0,70% e 0,75%; Xangai, Bangcoc e Hong Kong encerram no negativo

Agências internacionais,

11 de dezembro de 2008 | 06h26

Parte das Bolsas asiáticas se recuperou durante a jornada desta quinta-feira, 11, e encerrou com resultados positivos, após a subida de Wall Street e da aprovação do plano de resgate para as montadoras pela Câmara dos Representantes dos EUA na quarta-feira. Veja também:Câmara dos EUA aprova plano de resgate para montadorasDesemprego, a terceira fase da crise financeira globalLições de 29Como o mundo reage à crise Dicionário da crise  O índice Nikkei da Bolsa de Tóquio fechou em alta de 60,31 pontos (0,70%), aos 8.720,55. O índice Topix subiu 14,70 pontos (1,76%), para 849,25. Em Seul, o índice Kospi ganhou 8,56 pontos (0,75%), aos 1.154,43. O indicador de valores tecnológicos Kosdaq subiu 4,34 pontos (1,34%), para 328,49. Outras bolsas asiáticas também seguiram a tendência de Seul e Tóquio: Kuala Lumpur, 0,44%; Bangcoc, 0,54% e Jacarta, 0,04%. Os mercados de Hong Kong, Cingapura, Manila, Xangai e Austrália foram na contramão e registraram perdas de 0,24%, 1,27%, 0,29%, 2,28% e 1,09%. A Câmara dos Representantes dos EUA aprovou na noite desta quarta-feira, 10, o pacote de US$ 14 bilhões de ajuda ao setor automobilístico, mas a decisão das medidas no Senado ainda é incerta. Os deputados aprovaram o pacote por 237 votos a 170, com uma abstenção. A maioria dos republicanos se opôs ao projeto, enquanto uma grande maioria dos democratas votou a favor. Vinte republicanos também votaram a favor da proposta, juntando-se a 205 democratas. O Senado deve votar o pacote nesta sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.