Após quatro altas seguidas, Bovespa fecha em baixa

Bolsa fechou o dia com perda de 0,54%, conduzida pela baixa das ações da Vale; no ano, contudo, o índice Ibovespa está no azul, com alta acumulada de 6,41%

Márcio Rodrigues , O Estado de S. Paulo

13 de junho de 2014 | 17h11

Depois de quatro pregões consecutivos de alta, período no qual acumulou valorização de quase 7%, a Bovespa voltou do feriado de ontem realizando um pouco dos lucros, na contramão do exterior e conduzida pela baixa das ações da Vale. No fim da tarde, os papéis da Petrobrás se firmaram em alta e ajudaram a minimizar um pouco as perdas do Ibovespa.

O principal índice da Bolsa encerrou com baixa de 0,54%, aos 54.806,64 pontos. Na mínima, chegou aos 54.649 pontos (-0,82%) e, na máxima, marcou 55.104,18 pontos (estável). O giro de negócios totalizou R$ 5,728 bilhões e só não foi pior devido às movimentações antes do exercício de opções sobre ações e de opções sobre Ibovespa e Ibovespa futuro na próxima semana. Agora, a Bovespa sobe 6,96% no mês e 6,41% no ano.

Um dos destaques de queda do Ibovespa, as ações ON e PNA da Vale, caíram 3,51% e 2,46%, respectivamente, se ajustando ao recuo de mais de 3,0% de suas ADRs negociadas em Nova York ontem. Os papéis das siderúrgicas também recuaram: Gerdau PN (-1,74%); Metalúrgica Gerdau PN (-2,49%); CSN ON (-1,88%); e Usiminas PNA (-2,69%).

Nem mesmo os dados positivos de produção industrial e vendas divulgados na China foram capazes de ajudar os papéis destas empresas. As vendas no varejo no gigante asiático registraram alta de 12,5% em maio ante o mesmo período do ano anterior, acelerando em relação ao crescimento de 11,9% observado em abril. Já o valor acrescentado da produção industrial da China teve crescimento de 8,8% em maio, na comparação com o mesmo período de 2013. O número também representa uma aceleração sobre a alta de 8,7% registrada em abril, mas veio exatamente como previsto pelos analistas.

As ações ON e PN da Petrobrás subiram 1,02% e 0,58%, respectivamente, ajudadas pelo vencimento de opções sobre ações, que ocorre na próxima segunda-feira.

Na lista de maiores altas do Ibovespa estiveram Souza Cruz (+1,87%), Cosan (+1,72%) e BB Seguridade ON (+1,63%). Na outra ponta, as baixas foram puxadas por Gafisa ON (-4,73%), Tractebel ON (-4,08%) e Gol PN (-3,90%).

No fim de semana, novas pesquisas eleitorais devem ser divulgadas e o mercado certamente estará atento, com possíveis repercussões na segunda-feira. A previsão é que saia uma sondagem do Instituto Sensus amanhã. Um novo levantamento do Ibope também deve ser conhecidos nos próximos dias.

Em Wall Street, as bolsas de Nova York tiveram alta discreta. O índice Dow Jones subiu 0,25%, aos 16.775,74 pontos, o S&P 500 avançou 0,31%, para 1.936,16 pontos, e o Nasdaq ganhou 0,30%, aos 4.310,65 pontos. 

Tudo o que sabemos sobre:
BOVESPAFECHAPRELIM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.