Após queda em abril, saldo deve voltar a ficar positivo

A caderneta de poupança deverá registrar em maio uma captação líquida positiva (depósitos menos retiradas) superior a R$ 1 bilhão, de acordo com projeção da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). Essa estimativa, se confirmada pelos dados que serão divulgados pelo Banco Central nos próximos dias, sugere que a caderneta compensará a perda de recursos ocorrida em abril. Nesse mês, pela primeira vez desde agosto de 2006, a poupança amargou captação líquida negativa de R$ 1,85 bilhão, incluindo os recursos da Sociedade Brasileira de Poupança e Empréstimo (SBPE) e da caderneta rural, do Banco do Brasil, segundo dados do Banco Central.Até 27 de maio, último dia com dados disponíveis, a caderneta registrou captação líquida negativa de R$ 271 milhões, cerca de 30% do volume de rendimento, em torno de R$ 947 milhões, incorporados ao saldo das contas ao longo do mês e não incluídos no balanço de captações.O superintendente-geral da Abecip, José Pereira Gonçalves, explica que tradicionalmente a poupança apresenta forte crescimento de depósitos nos últimos dias do mês. "Os depósitos das pessoas que recebem o salário nesse período podem puxar a captação líquida positiva da caderneta para algo em torno de R$ 1 bilhão a R$ 1,5 bilhão em maio", prevê. "Não há dúvida de que o saldo negativo registrado em abril será revertido."Embora, em geral, o saldo líquido médio mensal do balanço de entrada e saída de recursos da caderneta fique em torno desse nível, o volume de depósitos poderia ser maior não fosse a necessidade crescente das pessoas de usar boa parte da renda para o pagamento de dívidas. "Com as dívidas e o aumento do custo de vida, muitas pessoas usam os recursos que iriam para a poupança para cobrir as despesas do dia-a-dia", analisa o economista Miguel de Oliveira.O superintendente-geral da Abecip acredita, porém, que com a melhora das condições econômicas as pessoas terão cada vez mais disponibilidade de dinheiro para fazer poupança. O balanço do primeiro trimestre deste ano aponta que a captação de recursos pela poupança foi 28% superior ao volume de depósitos registrado em igual período de 2007. Até o dia 27, o saldo total da caderneta de Poupança (SBPE mais a rural) somava R$ 242,977 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.