Após quedas na Ásia e Europa, Bovespa ensaia recuperação

Dados dos EUA amenizam a tensão dos investidores, mas ambiente externo continua ruim devido ao petróleo

Agência Estado,

27 de junho de 2008 | 10h40

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu nesta sexta-feira, 27, estável a 63.951 pontos e às 10h33 apresentava uma leve alta de 0,70%, a 64.391 pontos. Dados dos EUA divulgados nessa manhã ajudaram a diminuir o mau humor do mercado, após quedas nos mercados da Ásia e Europa. O ambiente externo, porém, continua ruim, com o petróleo tendo superado pela primeira vez a marca de US$ 142 o barril.  Veja também:Preço do petróleo em alta Uma melhora mais consistente do mercado de ações brasileiro, porém, vai depender do apetite dos investidores estrangeiros. Em Nova York, os índices futuros de ações operam em direções distintas. O Nasdaq registrava baixa de 0,33% enquanto o S&P 500 avançava 0,18%, esboçando reação após o índice Dow Jones ter fechado o pregão na quinta-feira em baixa. Os gastos com consumo nos Estados Unidos aumentaram 0,8% em maio, em relação a abril, a maior alta desde o avanço de 1% registrado em novembro do ano passado, segundo o Departamento de Comércio norte-americano. Já a renda pessoal dos norte-americanos cresceu 1,9%, em taxa sazonalmente ajustada e comparada ao mês anterior. Foi o maior aumento desde a alta de 3,2% apurado em setembro de 2005.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespapetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.