REUTERS/Danny Moloshok
REUTERS/Danny Moloshok

Após separação, esposa de fundador da Amazon deve se tornar a mulher mais rica do mundo

Donos de uma fortuna estimada em US$ 137 bilhões, casal começou a vida matrimonial em um apartamento alugado de um quarto em Seattle

Blomberg e New York Times, O Estado de S.Paulo

10 de janeiro de 2019 | 14h02

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, e a novelista MacKenzie Bezos anunciaram nesta quarta-feira, 9, que estão se divorciando depois de 25 anos de casamento.

Donos de uma fortuna estimada em US$ 137 bilhões, o casal deve manter o recorde a conta bancária recorde mesmo após o processo legal de separação. Por um lado, Jeff Bezos seguirá a vida como o homem mais rico do mundo, enquanto MacKenzie, muito provavelmente, se tornará a bilionária número um do planeta Terra.

Seja como for, a história dos dois entra para a história do mundo dos negócios com um exemplo sem precedentes de prosperidade. Eles iniciaram a vida matrimonial dividindo um apartamento alugado de um quarto na cidade de Seattle, onde se conheceram em 1992. Na ocasião, os dois trabalhavam na D.E.Shaw, uma firma de investimentos de risco na área de tecnologia. Sentavam-se praticamente de frente.

Deixaram o apartamento seis anos depois para uma mansão de US$ 10 milhões em Washington. Hoje, têm diversas propriedades pelos EUA, incluindo a casa milionária na capital federal do país. 

Em uma entrevista datada de 2013 para a revista Vogue, MacKenzie Bezos confessou que foi ela quem tomou a iniciativa da coisa toda. Disse que convidou Jeff para um almoço no final de 1992 e, três meses depois, já em 1993, estavam casados.

Também à Vogue, Bezos abriu o jogo sobre o início da união. Afirmou que, antes do fatídico almoço, 'stalkeou' a moça do departamento de pesquisas da D.E. Shaw, com uma atenção especial às suas capacidades intelectuais. 

"Eu já achava a minha esposa uma grande pesquisadora, inteligente, esperta e 'gostosa'. Mas tive a sorte grande de ler o seu currículo profissional antes de conhecê-la e, assim, (durante o almoço) eu sabia exatamente quais eram suas habilidades e potencialidades." Deu o que deu.

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    AmazonJeff Bezos

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.