MARIO ANZUONI | REUTERS
MARIO ANZUONI | REUTERS

Após venda, Dreamworks dá lucro modesto

Resultados mostramque venda do negócioà NBC Universal, porUS$ 3,8 bilhões, foi medida necessária

THE NEW YORK TIMES

09 de maio de 2016 | 05h00

A divulgação dos resultados da Dreamworks Animation para o trimestre mostraram que o estúdio realmente precisava da proteção de um conglomerado de maior porte. O estúdio de Kung Fu Panda 3 – filme que arrecadou US$ 430 milhões nas bilheterias – só teve um resultado positivo de US$ 13,8 milhões graças ao auxílio de suas divisões de televisão e de licenciamentos.

Apesar de modesto, o resultado é bem melhor do que o apresentado há um ano, quando a companhia teve prejuízo de US$ 54,8 milhões.

Depois de anos de tentativas de uma alternância de resultados positivos e negativos, o presidente da Dreamworks, Jeffrey Katzenberg, anunciou a venda do negócio à NBC Universal.

O acordo, que ocorreu graças ao apetite do estúdio da Comcast por filmes voltados para a família, deve ser completado até o fim do ano. Katzenberg deverá entregar o comando para Christopher Meledandri, que hoje comanda o braço de animação da NBC Universal.

Segundo as estimativas mais recentes, Kung Fu Panda 3 deve ser mais um exemplo de performance decepcionante de um lançamento da Dreamworks. O filme só deverá dar lucro com as receitas de DVD e exibição na televisão.

Em um dado positivo, a receita trimestral da Dreamworks totalizou US$ 190,4 milhões, uma alta de 14% em relação a 12 meses antes. O resultado veio principalmente de novos negócios, como a produção de animações para a TV, produtos para consumo e conteúdos digitais. O faturamento veio acima das expectativas dos analistas, que era de US$ 183 milhões.

O lucro por ação foi de US$ 0,16, bem acima das previsões. Os ganhos da operação de televisão foram de US$ 21,1 milhões, alta considerável em relação aos US$ 3,5 milhões do mesmo período do ano passado. Já os produtos para consumo trouxeram US$ 15 milhões, contra US$ 9,4 milhões de 2015.

A unidade de mídia digital, que inclui a participação da Dreamworks Animation no site Awesomeness TV, que oferece conteúdo em vídeo e está dentro do You Tube, adicionou mais US$ 6,5 milhões em lucros, contra US$ 2,1 milhões do mesmo período de 2015.

Filmes. Ainda assim, filmes de sucesso são essenciais para o modelo de negócio da Dreamworks Animation. O próximo lançamento da companhia é a animação musical Trolls, uma produção que não deixou os analistas de Hollywood animados. O filme estreia em novembro. A Dreamworks, nos últimos anos, deixou de incomodar a Disney, que vem lançando um sucesso atrás do outro – Zootopia foi o mais recente.

Enquanto a Dreamworks precisa se esforçar para ficar com as finanças perto do ‘zero a zero’, a Disney lança vários sucessos, sendo ‘Zootopia’ o mais recente deles.’

Mais conteúdo sobre:
DVDHollywoodDisney

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.