Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Após votar pró-Previdência, deputado vai parar no hospital com arritmia cardíaca

Pedro Lupion (DEM-PR) chegou a ser atendido no centro médico da Casa, mas esperou para votar antes de seguir para o hospital

Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

10 de julho de 2019 | 23h13

BRASÍLIA - O deputado Pedro Lupion (DEM-PR) foi direto para o hospital Sírio Libanês em Brasília após votar a reforma da Previdência. Lupion teve uma arritmia cardíaca e chegou a passar mal ainda na Câmara. Confira aqui como os deputados votaram.

Ele chegou a ser atendido no centro médico da Casa, mas esperou votar primeiro antes de seguir para o hospital.  “Eram mais de 200 batimentos por minutos”, disse ele ao Estadão/Broadcast

“Acho que foram dias muito puxados, de muito estresse”, afirmou. Lupion foi atendido no hospital e liberado no início dessa noite para voltar pra casa. Ele passa bem. 

Outro deputado também estava com problemas cardíacos esta noite, porém, mais graves e não votou. O deputado General Girão (PSL-RN) foi o único voto ausente do partido de Jair Bolsonaro. O parlamentar passou por uma cirurgia recente no coração e ainda está se recuperando.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.