Aposentado pagará aumento de impostos, diz comércio

A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) disse que será o aposentado quem pagará o aumento da contribuição patronal à Previdência de 20% para 20,6% proposto pelo governo. "Na hora de comprar o leite, o arroz ou o feijão será o aposentado que sentirá a carga desse aumento", disse o presidente da associação, Afif Domingos.A Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio) avalia que a possibilidade de aumento da carga tributária do INSS no próximo ano, para custear o pagamento dos atrasados devidos a aposentados e pensionistas desde 1994, poderá provocar recessão. "Isso gera mais uma pressão que sistematicamente agrava o quadro recessivo. Os equilíbrios fiscal e orçamentário poderiam ser alcançados por meio de uma redução drástica nos gastos de custeio", diz nota da assessoria da federação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.