Aposentado poderá fazer empréstimo com desconto na conta

Lançado no segundo semestre do ano passado, juntamente com o crédito com desconto em folha para os trabalhadores, só agora os aposentados e pensionistas do INSS poderão obter empréstimo com desconto em conta corrente. Os primeiros beneficiados serão os que recebem pelo Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Convênio entre a Previdência Social e os dois bancos será assinado nos próximos dias.O motivo da demora, segundo a Previdência, foi a necessidade de adequação das normas internas, tanto por parte do INSS quanto da Dataprev, a empresa de processamento de dados da Previdência. Caberá ao INSS proceder ao desconto do empréstimo diretamente do valor do benefício do segurado e repassá-lo à instituição financeira. São cerca de 18 milhões os segurados que poderão ter acesso ao empréstimo.Segundo a Previdência, o Banco do Brasil e a Caixa estão oferecendo aos aposentados empréstimo com taxas de juros que variam entre 1,75% ao mês a 3,1% ao mês, dependendo do prazo, que pode chegar a um máximo de 36 meses. O valor do crédito variará em função do valor do benefício do segurado, sendo que a prestação mensal não poderá ultrapassar a 30% do valor líquido da aposentadoria ou pensão.Com o convênio com os bancos oficiais, o INSS espera atrair os mais de 30 bancos privados que também fazem o pagamento. O segurado que recebe num banco poderá pegar o empréstimo em outro, que estiver oferecendo taxas mais baratas, o que será uma complicação adicional. Com medo de atraso no desconto das parcelas e sem querer baixar as taxas de juros para os aposentados, como quer o governo, os bancos privados não se interessaram muito pela nova modalidade de empréstimo. Com o convênio com os bancos oficiais e também com a possibilidade de outras instituições bancárias, sem relação com a Previdência Social, aderirem ao processo, o INSS acredita que essa situação vai mudar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.