Aposentados da Varig tiveram redução de 20% nos benefícios

Os aposentados da Varig participantes do fundo de pensão Aerus tiveram 20% de redução em seus benefícios nos últimos dois meses. Grande parte deles já vinha recebendo apenas 50% de suas aposentadorias desde meados de abril de 2006, quando os dois planos da Varig entraram em processo de liquidação por falta de reservas. Só a companhia deve quase R$ 3 bilhões de contribuições. Agora, os 9.500 ex-funcionários só têm garantia de receber até abril.A redução de até 20% nos benefícios em janeiro foi resultado de um cálculo das reservas individuais de cada beneficiário, relata a presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas, Graziella Baggio. Em fevereiro, o segundo desconto foi comunicado pelo interventor e liquidante do Aerus, José da Silva Crespo Filho. Por meio de comunicado divulgado no último dia 16, ele informa que a Receita Federal registrou recolhimento menor de PIS, no valor de R$ 59 milhões.Além disso, Crespo informou outras notificações no valor de R$ 12,5 milhões mais gastos com ações judiciais que levaram a uma provisão total de R$ 78 milhões, o que reduziu o ativo líquido do fundo. Por isso, líderes sindicais e aposentados têm audiência no dia 7 com a Presidência da República para discutir o assunto. "A situação é dramática", diz Graziella.O plano 1 da Varig, que paga 50% dos benefícios desde abril do ano passado, tem sobrevida até abril. O plano 2, que tem garantido 70% das aposentadorias, tinha previsão de existência até 2010, mas por causa da redução dos ativos e do processo de liquidação Graziella diz que nos dois casos a garantia de recursos só vai até abril.A Secretaria de Previdência Complementar (SPC) informa que "os participantes do Aerus cujos benefícios estavam previstos para se encerrarem, em março, receberão sua última parcela no dia 3 de abril de 2007. Essa situação, no entanto, pode se modificar caso o interventor consiga liquidar mais bens sem liquidez que compõem os ativos dos planos de benefícios da Varig".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.