Aposentados podem perder benefício caso não respondam censo

Previdência convoca 6.324 beneficiários que recebem aposentadoria por meio de procuradores

Anne Warth, da Agência Estado, Agencia Estado

29 de outubro de 2007 | 18h54

Mais de 6 mil aposentados e pensionistas poderão perder o benefício do INSS caso não atualizem o endereço junto ao INSS. A Previdência publica nesta quarta-feira edital de convocação de 6.324 beneficiários que recebem aposentadoria ou pensão por meio de procuradores para que levem até a agência mais próxima de suas casas documentos como carteira de identidade, CPF e endereço correto do titular do benefício.Após a entrega dos documentos, os servidores irão até o endereço cadastrado para confirmar a veracidade dos dados. A iniciativa faz parte das ações do Censo Previdenciário, que visa diminuir fraudes que envolvem benefícios do INSS. Eles terão 30 dias para cumprir as exigências, mas após 120 dias sem entregar os documentos, o recebimento do benefício será cancelado.Esta é a sétima convocação que o INSS faz dentro das ações do Censo Previdenciário. No último edital, 21.823 beneficiários foram convocados para atualizar informações junto à Previdência em um prazo de 30 dias. Os aposentados e pensionistas que não cumpriram a convocação não receberão o benefício em novembro, e caso a ausência de informações atualizadas persista, o recebimento será permanentemente cancelado no fim de janeiro.Do total de 6.324 convocados dessa semana, 1.213 vivem em São Paulo, 730 no Rio de Janeiro, 548 na Bahia, 463 no Paraná, 463 em Pernambuco e 455 no Pará, mas há beneficiários de todos os Estados brasileiros.

Tudo o que sabemos sobre:
AposentadosCenso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.