Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Aposentados terão R$ 50 mi para financiar pacote de turismo

Serão emprestados até R$ 3 mil para cada segurado, com prazo de até 24 meses

Isabel Sobral, da Agência Estado

11 de julho de 2007 | 18h15

O Conselho deliberativo do Fundo de Amparo ao trabalhador (Codefat) aprovou nesta quarta-feira, 11, a liberação de R$ 50 milhões do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para financiamento de pacotes de viagens para aposentados e pensionistas da Previdência Social. Poderão ser emprestados até R$ 3 mil para cada segurado, com prazo de até 24 meses para pagar e seis meses de carência. Os empréstimos serão no modelo consignado, com desconto em folha, seguindo as mesmas regras deste tipo de crédito já disponível para os aposentados e pensionistas.Os juros estarão limitados a até 1% ao mês para o tomador final. O presidente do Codefat, Ezequiel Nascimento, explicou que o objetivo do programa é incentivar a indústria do turismo na baixa temporada. "Há cidades no País que deixam de gerar empregos durante a baixa temporada do turismo", disse.O Codefat também aprovou a inclusão de empresas que exploram o turismo na linha de crédito chamada FAT Giro Setorial. Segundo Ezequiel, esta linha, que neste ano dispõe de R$ 1,9 bilhão, já estava disponível para praticamente todas as micro, pequenas e médias empresas de todos os setores da economia, mas não para aquelas da chamada indústria do turismo. Ele disse que serão beneficiados pequenos hotéis e pensões, agências de viagens, entre outros.Também foi aprovada a elevação, de R$ 1,2 mil para R$ 1,8 mil, o limite de crédito individual para aquisição de computadores de mão e de mesa. Essa linha, segundo Ezequiel, dispõe de R$ 9 milhões do FAT mas pode ser suplementada sempre que os bancos identificarem aumento de demanda. Todas essas linhas do FAT são operadas por bancos públicos como BNDES , Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Tudo o que sabemos sobre:
Aposentadosturismocrédito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.