finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Apple pode ter que corrigir registros contábeis

O fabricante de computadores Apple disse nesta quarta-feira que pode ter que corrigir seus registros financeiros por causa de irregularidades na contabilidade dos custos da emissão de opções de ações da empresa.A Apple não especificou o alcance da revisão contábil, mas assinalou que as operações em questão incluem 15 entregas de opções realizadas entre os anos de 1997 e 2002.Um comitê investigador determinou que o presidente-executivo da empresa, Steve Jobs, estava ciente deste tipo de emissões de opções de ações, mas que não foi beneficiado por elas, e não sabia de seu efeito contábil.Segundo o comitê, não há indícios de que a atual diretoria da empresa tenha cometido irregularidades, mas há "sérias dúvidas" sobre a atuação de dois ex-executivos.A empresa informou que Fred Anderson, que foi gerente de finanças da empresa na época das referidas operações, mas que atualmente ocupava um cargo no conselho administrativo, anunciou sua renúncia.As opções de ações são documentos que costumam ser entregues como compensação aos empregados e executivos de uma empresa, e que lhes permitem comprar ações da companhia a preços preferenciais.Os documentos também são negociados em mercados de futuros e opções de títulos.As autoridades americanas investigam cerca de 80 companhias para determinar a forma como contabilizaram estes custos, pela entrega de opções de compra de ações.O anúncio foi realizado após o fechamento das bolsas tradicionais. Nos mercados eletrônicos, que operam após o fechamento dos mercados tradicionais, as ações da Apple registravam uma leve baixa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.